quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

TEM PESSOAS QUE SÃO PARA A VIDA INTEIRA.

EU NÃO ME ESQUEÇO DE QUEM SE FEZ IMPORTANTE NA MINHA VIDA, NÃO IMPORTA O TEMPO OU A DISTÂNCIA MAS O AMOR E DEDICAÇÃO QUE TIVERAM POR NÓS.


Eu tive uma sogra, dos 14 aos 16 anos, maravilhosa. Ela foi uma segunda mãe pra mim. Além de ter me ensinado várias coisas, me orientava, aconselhava e acreditava em mim.
Marcou muito minha vida e até hoje, depois de mais de 20 anos, lembro das coisas que me falava, me incentivava a fazer...ai, se tivesse feito tudo que ela dizia, minha vida teria tomado rumos diferentes.

Mas cada um tem seu tempo próprio para amadurecer e fazer o que quer ou conseguir enxergar. Um exemplo, ela me aconselhou a fazer o antigo magistério e não fiz por achar que estaria perdendo tempo e só depois de muitos anos, decidi e percebi que amava Pedagogia, fiz e me formei. Precisava tantos anos assim?

Se eu tivesse feito antes, não teria tido a mesma visão, o mesmo amor, o mesmo amadurecimento e não daria o devido valor, como não dei a varias outras coisas pelo caminho.

Acredito que quando temos que fazer algo pode demorar o tempo que for; um dia faremos, de uma forma ou de outra.

Acredito que tem pessoas e momentos em nossas vidas que é preciso conhecer e passar por aquilo. No exato momento, não entendemos e questionamos muito: - por que Deus, isso ou aquilo?
Dizem que devemos perguntar: - para quê Deus, isso ou aquilo?

O problema é que queremos as respostas rápidas e muitas demoram muito. Muitas vezes, vem depois que passamos e superamos e outras...um dia, quem sabe?

Eu morei em um lugar, quase treze anos e me perguntava o porquê ou para quê e só depois de uns 10 ou 11 anos que estava lá, foi que Deus me mostrou o motivo e que tudo foi pra o meu bem embora não parecesse e não que me agradou mas foi por uma boa causa.

Deus faz tudo perfeito e nós que não conseguimos ver pois somos pequenos e limitados e enxergamos muito pouco enquanto Deus tem uma visão panorâmica de nossas vidas e tudo que rodeia.

Vamos voltar a minha ex- sogra maravilhosa que a estimo muito.
Eu escrevi algo para ela e acabou de fazer um livro e irá colocar a homenagem que fiz a ela, me homenageando, colocando o que eu a escrevi.


Ela me telefonou, informando e eu me emocionei, logo depois escrevi isso para ela e vou compartilhar com vocês:


Oi, D. E., foi uma surpresa tão agradável ontem que meu coração só faltou sair pela boca. Foi a mesma sensação de quando estamos apaixonados por alguém e não esperamos mais nada e de repente, aquela pessoa nos liga. Parece que parou o mundo por instantes e eu queria segurá-la comigo no telefone para não ir embora novamente...rs...

Sei que nossa história foi a muito tempo mas pude perceber, ontem, que o sentimento é o mesmo de amor, respeito e intenso por ter sido num momento tão especial da minha vida: adolescência.

Tem pessoas que passam por nossas vidas e não fica nada ou se fica, vai se dissipando com o tempo e mal lembramos. No caso da senhora, bastou ouví-la que veio uma emoção tremenda que não tenho como descrever, só sentir.

Sei que a vida não nos deixou escolhas em relação ao meu sentimento pela senhora e entendo completamente, toda situação.
Mas percebi o quanto a senhora significou e significa pra mim dentro da minha vida e do meu coração.

Acredito que devamos exteriorizar nossos sentimentos enquanto as pessoas estão respirando e ainda temos essa chance delas ouvirem ou lerem.

Só quero que saiba que "sinto muito" as coisas não terem sido como sonhei, um dia. Na maioria das vezes, nunca, saem como sonhamos mas o fato de alguma forma termos uma ligação após tantos anos, faz ou fez eu perceber o quanto foi importante a minha vida pois são poucas pessoas que conseguem cultivar ou cativar grandes amizades de pessoas especiais como a senhora foi e é pra mim.

Se eu a homenageie, a senhora esta retribuindo com muita beleza, me incluindo no seu primeiro livro. É um dos maiores presentes que poderia receber de uma pessoa que não é qualquer pessoa mas que por um tempo foi uma grande mãe pra mim.

Só quero que a senhora saiba, em meio a lágrimas, que a amo muito indiferente aos anos que se passaram e a distância em que vivemos.

Bastou ouvir sua voz e parecia que não haviam se passado mais de vinte anos, parece que voltei a ser aquela adolescente perdida em que a senhora tantas vezes aconselhou e ensinou muitas coisas.

Te amo, D. E.


Resposta dela a este e-mail:


SOU MUITO AGRADECIDA A VC POR TANTO CARINHO.

VOCE FEZ PARTE DA NOSSA VIDA,( EMBORA POR POUCO TEMPO) MAS SUA AMIZADE FOI MUITO IMPORTANTE PARA TODOS NOS
.
PORISSO SEMPRE ESTARA EM NOSSOS CORACOES . A VIDA FEZ COM QUE NOS CONHECESSEMOS E CONVIVESSEMOS POR ALGUM TEMPO MAS ESSE CARINHO E ESSA AMIZADE SEMPRE EXISTIRA .

BJS
SEMPRE FALAM MAL DE SOGRAS MAS TEM SOGRAS BOAS E MÁS. NESTE CASO, EM ESPECÍFICO, CONSIGO ENTENDER BEM NOEMI E RUTE POIS SE NOEMI ERA COMO ERA D. E., EU ESCREVERIA O MESMO TEXTO A ELA:

Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus;
Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.
Rute 1:16-17

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

DIA DA FAXINA.


O calor continua acima dos trinta graus, nem com ventilador passa.
Eu e meu amado decidimos de repente em lavar toda a casa. Apesar de cansativo, foi ótimo. Parece que refrescou um pouco.
Ele lavou até o tapete e tomou um banho de mangueira...rs...essa foi por minha conta...rs.
A casa ficou limpa mas sempre falta mais coisas pra limpar ou arrumar, é incrível isso.
Fiz uma almoço simples mas maravilhoso: arroz, feijão, frango assado, batata doce frita e salada de tomate com pimetões, cebolas, alho, regada a azeite.

E, depois de tanta faxina fiz um bolo fácil com cobertura de geléia de morangos natural.

Fiquei lendo o meu livro atual pois sempre estou lendo algum livro. Amo leitura. No momento, estou lendo o livro da Gisela Rao o qual fui no lançamento e sou seguidora.
É um livro interessante pois ela fala de si mesma, o seu cotidiano com coisas boas e ruins, contradições, sensibilidade, algumas vezes engraçado, outras te irrita mas o bom que te faz refletir sobre vários assuntos. Tenho várias afinidades com ela e várias diferenças também.

Procuro não perder o seriado do Rei Davi e como sei a história, fico atenta pra ver se sai muito do que esta escrito. Eu sempre tive uma admiração enorme por ele e quanto mais observo a vida dele, tudo que passou mais me identifico.

Voltando ao meu amado. O que acho mais legal é não haver máscaras entre nós: ele já conhece o pior de mim e eu o pior dele pois o melhor sempre mostramos.
E, percebi que somos um casal de verdade. Quem ler pode pensar mas todo homem e mulher são um casal, o que eu quero dizer?

Já estive namorando, casada, noiva e foram pouquissimas vezes que senti essa sensação. É quando você chega em lugares diferentes e te veem como a mulher ou namorada e tal pessoa e não mais uma.

É quando vocês se misturam tanto que são chamados de casal e não mais pelos respectivos nomes.

Uma mistura de adaptação de vidas diferentes com a sintonia e atração constante.

É engraçado porque você pode discutir mas depois de "soltar os cachorros"; um beijo, um abraço e um queijo, muda tudo...hum, ele aprendeu lidar comigo...rs...

Ele me fala que sou a pessoa mais atípica que ele já conheceu e sei que sou...rs...ele fez um teste de inteligência comigo e a resposta foi que se eu respondesse diferente, eu fazia parte de dois por cento da população...uffa...agora tive certeza do que já desconfiava: SOU DIFERENTE.

Sinto tanta falta do meu blog que escrevia tanto que tive que montar três...ainda vou voltar com força total é que tenho planos e sonhos a caminho e não estou conseguindo conciliar mas o blog faz parte da minha vida.