quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

CASAMENTO X SEPARAÇÃO E O JULGAMENTO E CONDENAÇÃO:

SEMPRE QUISERAM ME MATAR MAS EU QUERO VIDA E VIDA EM ABUNDÂNCIA EM CRISTO E VOU TER PORQUE QUERO A VONTADE DE DEUS E NÃO DOS HOMENS.
QUEM É O HOMEM PARA SABER A VONTADE DE DEUS?
QUEM SABE OS PLANOS DE DEUS?
ESSA É A HISTÓRIA DO MEU ÚLTIMO CASAMENTO E SEPARAÇÃO. NÃO ACREDITO QUE DEUS TENHA PRAZER NA NOSSA INFELICIDADE E ACREDITO QUE DEUS NOS VÊ INDIVIDUALMENTE, CADA CASO É UM CASO PORQUE ELE SONDA NOSSOS CORAÇÕES.
TIRE A CULPA DA SUA VIDA POIS EU FIQUEI 10 ANOS AFASTADA DE JESUS POR NÃO ME PERDOAR, ACHANDO QUE DEUS NÃO ME PERDOAVA E QUANTO TEMPO PERDI.
HOJE, NEM O HOMEM E NEM O INIMIGO VÃO ME AFASTAR DO SENHOR MAIS. POSSO PECAR E QUEM NÃO PECA? POSSO ESCORREGAR, CAIR, TROPEÇAR MAS, EM NOME DE JESUS, QUE O SENHOR NUNCA ME DEIXE MAIS ME AFASTAR DELE, PELO CONTRÁRIO, QUERO CADA VEZ MAIS INTIMIDADE.

Em janeiro de 2008, foi o ápice do meu mau estado emocional devido a um relacionamento de 3 anos e meio que se for juntar os dias, não daria um ano, de tanto "termina e volta" e me trocava por outra.
Eu perdoei todos os dias e amei intensamente todos os dias, tão intensamente que adoeci, isso não é amor.

Percebi que precisava de ajuda porque trabalhava chorando e não aguentava mais. Procurei a Deus, terapeuta e psiquiátra. Minha preocupação era em ficar boa e me libertar do ex que me trocara por uma mulher que morava bem longe de São Paulo, tendo oportunidade de me curar.

Conheci o AA. que se tornou um amigo. Após um mês, começamos a namorar: sem paixão, grande amor, sem desespero, sem desejo mas baseado em companheirismo e amizade.
Eu não queria mais amar, me apaixonar porque não ía aguentar o outro me traíndo e dormindo com outra, enquanto ficava chorando e vivia, sem paz, num inferno na terra, pensando onde e com quem o outro estaria.
Queria algo calmo, seguro, tranquilo e viver na paz.

Ano novo de 2009, o AA., fez um escandalo, baixaria, me humilhando a mim e meu filho pouco antes da meia-noite. Motivo: porque meu filho lambeu um prato escondido, sem ninguém ver.
Poxa! Era só, chamá-lo de canto e orientá-lo e não estragar o Ano Novo de todos, foi uma vergonha.
Eu não queria mais olhar para ele e ficamos terminados.

Neste período, apareceu um colega da adolescência que estava na pior: morando na rua, acabado e com um mal cheiro insuportável. Nos reencontramos depois de mais de vinte anos e não tinha muito como ajudá-lo pois não tinha roupas que servisse a ele. Pediu para tomar banho em casa; deixei mas porque meu filho estava junto, não fiquei nenhum minuto sozinha com ele pra não dar o que falar mas não adiantou. Perguntei para algumas pessoas se tinha alguma roupa masculina pra doar mas não achei.

Aí, o AA., apareceu em casa, apresentei, pedi se ele poderia ajudá-lo e ao invés de conversar... ficou com grosserias pelo excesso de ciúmes achando que eu iria sair com uma pessoa naquela situação precária. Cada coisa absurda!
Ele é da opnião que não tem que ajudar ninguém.
Como sempre, depois começou a sessão desculpa: "não sei o que aconteceu para eu fazer isso ou falar aquilo". Chorou e fiquei arrasada de ver o sofrimento dele.
Acabei perdoando, acreditando e voltando, achando que foi um caso específico e ficaria tudo bem.

Me questionaram em relação a beleza, nossa diferença pois vivemos numa sociedade que beleza física é tudo. Eu não fiquei com ele porque achava ele o Danel Day Lewis mas de abril/2008 à dezembro/2008, ele havia se mostrado o melhor homem do mundo: me dando apoio, me aceitando como sou, ajudando em meus problemas, me incentivando, agradando, amigo, companheiro para ir nos lugares e médicos, atencioso, me elogiava mas nunca romântico e carinhoso.
Parecia perfeito para viver a vida inteira juntos: nunca pareceu infiel, me passava segurança e não viveria como antes.
Incentivei ele a voltar a fazer faculdade, comprar um carro, se organizar e mudar de vida. Ele calculou, errado que daria para pagar tudo e não pararia de estudar; mas parou.
Continuamos a namorar, normal e começamos a fazer curso bíblico com um grupo. Num determinado momento, ele disse ter entendido o que significava Jesus e disse querer aceitá-lo, como Senhor e Salvador.
E, devido a isso, me pediu em casamento para fazer tudo certo.

De um lado, fiquei contente, me senti amada, valorizada, qual mulher que não gostaria de ser pedida em casamento?
Do outro lado, fiquei confusa. Estava me curando de um relacionamento doentio e não me sentia preparada para tomar nenhuma decisão. Falei para nós adiarmos mas ele insistiu que fosse logo e expliquei que não sabia o que queria...estava tudo muito confuso.

O grupo de pessoas, que estudávamos a Palavra, achava que ele me amava demais, achando lindo e que ele havia se convetido, o que mais eu queria?

A minha terapeuta que sabia de tudo, principalmente, que ainda fantasiava gostar do meu ex., era a primeira a dizer que o AA. me amava e que fazíamos um ótimo casal, incentivando eu casar, mesmo cheia de dúvidas, em tratamento e tomando medicamentos. Ainda perguntei sobre o ocorrido no Ano Novo mas não achou relevante. Ela pediu para eu fazer uma relação dos defeitos e qualidades dele mas mesmo assim não deu em nada, a não ser a prima dele encontrar o papel, ler para a mãe dele e dar aquele "rolo" porque ninguém sabia do que se tratava, fora a invasão de privacidade.
Algumas pessoas falaram que era a melhor escolha que eu poderia fazer.
CASEI.
Fiz uma homenagem a ele por ter me ajudado, numa das fases mais difíceis que passei.
Passado duas semanas do casamento, ele veio humilhar de novo, eu e meu filho por causa de um beirute, na frente do casal de amigos dele, de novo.

Ainda, nessa época, fazíamos estudos com aquele pessoal e falei com duas senhoras oque estava acontecendo: as grosserias, os tons grosseiros, a rudeza, não ter mudado suas coisas, etc. As duas senhoras falaram a ele parar com isso porque ía chegar uma hora, que "o cristal iria quebrar" e aí não ía mais ter jeito, isto é, eu iria cansar de ser tratada mal e ía esfriar o pouco que existia...mas não adiantou. (isso foi bem no comecinho do casamento)

Eu sempre sustentei meu filho sozinha, sem pensão alimentícia, trabalhando uns treze anos de telemarketing receptivo e dois anos com promoção e degustação, passando humilhações mas sempre digna, honesta e lutando pra não faltar nada a meu filho. Só precisei e contei sempre com Deus e pessoas que mal conhecia para me ajudar, de algum modo.
Imagina uma pessoa que nasceu rica, sempre teve de tudo, materialmente, se ver passando necessidade?

Primeiro Natal, combinei de ir para praia e ele ir depois para passarmos juntos: ele foi no dia seguinte e reclamando que não gostava de praia, não me cumprimentou, não curtiu nada comigo...um passeio que poderia ser romântico, divertido, foi uma coisa sem graça.
Nessa mesma semana, na casa da minha mãe, mais uma vez ele agiu com grosseria comigo e meu filho o qual nos abraçamos e ficamos chorando...foi horrível.
Faça o que quiser comigo mas não magoe o meu filho porque é mil vezes pior do que se fizesse comigo; a dor é muito maior.
Ano Novo/2010, passei na casa de uns amigos dele mas estava tão arrasada que mesmo me arrumando, cortando franja, por dentro estava arrasada, com muita dor na alma, do que ele fez.

O AA., meu marido, nunca mudou da casa da mãe pra nossa casa. Primeira justificativa é que não tinha espaço mas depois mudamos para uma casa maior e ele nunca mudou ou juntou suas coisas com as minhas.

No decorrer do ano, aconteceram várias grosserias que não vou me lembrar. O mais estranho é o fato de não ter uma causa e acontecer quando menos esperava. Não era porque estávamos mal, discutindo e no momento de ira, soltou algo rude mas quando tudo estava bem. Me pegando de surpresa.
E, depois a sessão desculpa, não vou fazer mais ou não sei porque falei assim ou não falei assim, etc.

Foi quando fui orientada a fazer um curso de casados com  base bíblica mas não havia vaga no primeiro semestre e fui conseguir no segundo semestre. O conselho foi que eu tinha que esgotar todos os recursos pra a separação ser a última alternativa.
Já estávamos separados, em julho, quando ele veio com o telefone dos líderes do curso e liguei, expliquei e começamos, como última alternativa de dar certo, afinal quem não quer que o casamento não dê certo?

Voltamos e fomos fazer o curso...passa primeira, segunda, terceira...aulas...e nada de mudar...já estava terminando e ele continuava sem mudar de vida, sendo grosseiro, sem atitudes afetivas, sem vida social, sem perpectivas, sem sonhos, sem nada...

Após mais uma de suas grosserias, terminei de novo e falei que só faltavam umas 3 aulas e nada tinha mudado e que não entendia que conversão era aquela que ele não sentia vontade de buscar ao Senhor.
Então, a líder de casais, sem experiência nenhuma, me jogou tanta culpa e me cobrou tanto que tudo a culpa era minha porque eu tinha que perdoar o tempo todo e orar para amá-lo pois amar é decisão.
Sem brincadeira, ela jogou tanto peso em mim que desliguei o telefone com calafrios, fui deitar e passei a noite com febre de quase 40º graus emocional. Ainda bem que foi só uma noite.
Foi horrível porque nunca ninguém pegou no pé dele pra mudar, demonstrar amor, mudar o estilo de vida, mudar nada mas de mim caia matando, sendo que venho de um histórico difícil e hoje não tenho estrutura emocional pra aguentar, quase nada que como não sou barraqueira; implodo, ficando doente fisicamente.

Ligaram pra ele vir em casa falar comigo sendo que pra mim, já tinha acabado, já que não vi resultado.
Só que nesse mesmo período, o meu ex. que me traía direto, me ligou, pedindo pra falar comigo pessoalmente e eu aceitei para ver o que sentia porque foi alguém que fantasiei tanto, achando que amava e queria ver o que eu iria sentir...ótimo...não senti nada de especial. Percebi que passaram anos e o repertório continua o mesmo: pulando de mulher em mulher e traindo...eu vou querer voltar para o inferno depois que me libertei dele?

EU CONSEGUIRIA VIVER A VIDA TODA COM UMA PESSOA SEM AMAR, SEM ESTAR APAIXONADA MAS COM CARINHO, RESPEITO E SENDO BEM TRATADA, SEM TONS GROSSEIROS, SEM FALAR ALTO, SEM EXCESSO DE CIÚMES E DIVIDINDO AS CONTAS.

Bom, os dois se encontraram, numa boa mas depois o AA. ficou direto falando comigo pra gente voltar a terminar o curso e perguntou qual o motivo que meu ex. veio falar comigo e expliquei, normal. Ele queria que eu fosse mais uma vez a muleta dele pra terminar com uma moça que falou mal direto mas de quem ele não fala mal?
Até de mim o meu ex., sempre falou mal...isso faz parte da vida dele; falar mal das exs. e das atuais quando já enjoou.

Eu disse que não queria mais voltar porque já tinha escutado a mesma história direto: prometia que não ía mais ser grosseiro, pedia desculpas, que ía se controlar, nunca mais iria acontecer mas sempre acabava acontecendo. E, ele mesmo havia me falado que ninguém muda.

Visitei uma igreja e teve uma revelação pra mim mas bem particular, nada direcionada ao casamento mas o pastor daquela igreja falou que se eu queria uma reposta de Deus que O buscasse muito.
O AA. se comprometeu a buscar junto comigo. Comecei a orar direto e o chamava. O problema é que só orava se eu falasse, nunca teve iniciativa de nada, muito menos de ler a Palavra, nunca pediu para ir na igreja e se eu não pegasse no pé dele nesse aspecto, nunca fazia nada.

Voltamos a fazer o curso e durante duas semanas, orei tanto pra que desse certo e tudo mudasse.
Deus mostrou que sou uma pessoa que preciso de me sentir amada, querida, com atitudes de carinho e ele nunca me deu. Descobri que ele é co-dependente da mãe dele que tem deficiência física e precisa se libertar disso. E, sei que mudar de estilo de vida dói mas já passou da hora.
Fiquei entusiasmada porque eu queria muito que desse certo, mesmo sem amor e paixão. Sempre sonhei com uma família unida, se amando, respeitando e consiguiria viver bem se no mínimo fosse bem tratada.

Faltando 2 dias pra a formatura, o meu filho inflamou o pé e tinha que levá-lo ao pronto-socorro, foi quando ele pediu para ver o pé dele. Ao ver, disse ser furúnculo e eu disse que não tinha nada a ver pois já tive furúnculo. Ele vira e manda eu calar a boca que eu falo muito. Falei: -pode deixar que vou me calar.

Fomos, voltamos e eu nem queria olhar para ele...ali desabou mais uma vez o meu castelinho que estava começando a construir.
Continuei orando a Deus e perguntando o que significava tudo aquilo porque não estava entendendo nada.
Fui na formatura por consideração aos líderes e aos convidados pois pra mim, não tinha o porquê eu ir. Não gosto de hipocresia e passar algo que não é verdade por querer agradar os outros.
Já estava super deprimida, só chorava e via todos se amando enquanto eu não vivia aquilo.

Terminou e o AA. saiu correndo para nunca sobrar pra ele. Eu fui me despedir de um casal de pastores e o pastor foi duro comigo mas orou por mim e falou que queria me ver bem. Depois, acredito que o Espirito Santo tocou nele e pela primeira vez, me ligou, dizendo para eu não deixar de ir na escola bíblica, indiferente da minha escolha e que quem era ele pra me condenar?
E, se alguém fizesse, era para falar com ele pois ninguém tem esse direito.

Conversei com meu marido que queria mesmo me separar porque não ía aguentar as grosserias dele, misturadas com vários defeitos além de manter a casa sozinha.
Quando foi domingo, 21-11-2010, falei seriamente com ele sobre a nossa separação. Ele apelou, me ofendendo moralmente mas não foi embora. No dia seguinte, dia 22, voltou como se nada tivesse acontecido e eu falei que depois das ofensas, pensei que ele fosse embora e que não quero mais continuar.
Ele me ofendeu pior ainda e faltou o respeito, aí que acabou tudo mesmo e foi embora.

Veio de novo a líder dos casais jogando toda culpa em cima de mim, me condenando, julgando, atrelando minha salvação com um casamento. Como sempre, me fazendo sentir tão mal que se não fosse eu ter certeza de Jesus Cristo na minha vida, eu iria jogar a toalha e dizer que não consigo ser cristã, se ser cristã é ficar com alguém sem amar e ser maltratada e infeliz pelo resto da vida.

Eu já encontrei tanta gente assim religiosa, sem misericórdia onde te obriga a obedecer a Palavra de Deus interpretada por ela, sem contar que Deus é vivo e revela sua vontade.

Bom, as colocações dela estão aí para serem lidas. Quem seguir mais a lei e for super radical e religioso vai achar o certo: POIS NÃO É A PRIMEIRA PESSOA QUE ME ACONSELHA A FICAR COM O MARIDO MESMO SE ELE TE ESPANCAR, TE TRAIR E FICAR ORANDO POR ELE ATE MORRER.

JAMAIS VOU CONCORDAR COM ISSO.

NÃO SOMOS MAIS SERVOS MAS FILHOS DE DEUS E EU QUE SOU MÁ, NÃO DEIXARIA MEU FILHO VIVER ASSIM, O QUE DIRÁ UM DEUS DE AMOR E MISERICÓRDIA.

ONDE ENTRA A GRAÇA DE DEUS?

EU FIQUEI TODOS ESSES DIAS MUITO MAL MAS NÃO POR CAUSA DA SEPARAÇÃO EMBORA NUNCA CASEI E NINGUÉM CASA PRA DAR ERRADO. TINHA CERTEZA QUE COM ELE DARIA CERTO MAS FOI TUDO UM ENGANDO DO COMEÇO AO FIM. ESTAVA TÃO DOENTE EMOCIONALMENTE QUE NÃO ENXERGAVA NADA.

SABE, DÁ A IMPRESSÃO QUE FIQUEI ANOS EM COMA E DE REPENTE ACORDEI E QUERO SER LIVRE, LIBERTA E FELIZ.

POR ESSA LÍDER, NÃO TENHO DIREITO NEM A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS. PARECE O INIMIGO FALANDO PORQUE ME FAZENDO SENTIR CULPADA, FAZ COM QUE ME AFASTE DE DEUS E DESISTA DE CRISTO MAS EXISTEM VERSÍCULOS QUE DIZEM AO CONTRÁRIO E PREFIRO ACREDITAR EM DEUS E NO QUE A PALAVRA DE DEUS DIZ E NÃO UMA PESSOA QUE A USA PELA LEI QUERENDO ME CONDENAR E COLOCAR JULGO, FARDO, CULPA, SOFRIMENTO, ETC...EM CIMA DE MIM.

...ABSOLUTAMENTE, NADA ME AFASTARÁ DO AMOR DE DEUS...RM

JESUS ME CHAMOU PARA QUE FOSSEMOS LIVRES DE TUDO E NÃO ESCRAVOS DO HOMEM, DA RELIGIOSIDADE,  ETC.

CONHECEREIS A VERDADE, JESUS, E ELE VOS LIBERTARÁ.

ELE ME ESCOLHEU DESDE O VENTRE DA MINHA MÃE E NÃO VAI SER PASTOR, LÍDER, CASAMENTO, NADA...QUE VAI TIRAR JESUS DA MINHA VIDA PORQUE ELE É MINHA VIDA E SE TIRAR JESUS DE MIM, NADA TEM MAIS SENTIDO.

FIZ UM PROPÓSITO COM O SENHOR, ESTOU BUSCANDO MAIS, NINGUÉM VAI ME DERRUBAR POR MUITO TEMPO PORQUE É CRISTO QUE ESTA COMIGO E O CAIR É DO HOMEM E O DERRUBAR, TAMBÉM MAS O LEVANTAR É DE DEUS.

QUEREM ME CONDENAR, JULGAR, ME OLHAR DISFAÇANDO, ETC...
1--QUE VOCÊS NÃO ME CONHECEM MUITO MENOS MINHA HISTÓRIA DE VIDA.
2- QUE ATIRA A PRIMEIRA PEDRA...
3-NINGUÉM VIVE COM A PESSOA PRA SABE O QUE O OUTRO PASSA.
4- ALGUÉM VEM AQUI PAGAR MINHAS CONTAS?

O SENHOR É TÃO MARAVILHOSO QUE MANDOU, HOJE, NA MINHA CASA, UMA MULHER DE DEUS QUE NÃO VEIO MANDAR NA MINHA VIDA E DIZER O QUE EU TENHO QUE FAZER MAS ORAR PARA MIM E POR MIM, ME LIBERTANDO DA CULPA, FARDO E JULGO QUE OS HOMENS COLOCARAM EM MIM.

GLÓRIA A DEUS PELA SUA MISERICÓRDIA E POR ME AMAR TANTO, CUIDANDO DE MIM A PONTO DE TRAZER UMA SENHORA DE LONGE, SÓ PARA USÁ-LA PRA ME LIBERTAR E FAZER VOLTAR MINHA PAZ DE ESPIRITO.

SE DEUS QUISER QUE EU VIVA PARA ELE, AMÉM. É ELE QUE MANDA NA MINHA VIDA E SEI QUE ELE É PODEROSO PARA NOS PERDOAR DE NOSSOS PECADOS. JÁ, PEDI PERDÃO MIL VEZES POR TER CASADO E SEI QUE MESMO ESTANDO DOENTE E TOMANDO REMÉDIOS E SENDO INDUZIDA PELA OPNIÃO DAS PESSOAS PRINCIPALMENTE, MINHA TERAPEUTA QUE DEVERIA SABER MELHOR A SITUAÇÃO DO QUE EU E NÃO ME IMPEDIU.
ASSUMO MINHA CULPA E SEI QUE JÁ FUI PERDOADA E JUSTIFICADA PELO SANGUE DE JESUS.

2 comentários:

  1. Katia querida - ja conversamos tanto pela rede; pelo telfone e penso que errei em algum momento porque posso ter decepcionado - pois no cume desta desavença na sua vida eu temi por você , naquele dia e tentei a minha maneira te mostrar um CRISTO que liberta; que é amor; que nos deixa livre para ir e vir.

    Querida o fato de teres tomado uma decisão que te trouxe muitos dessabores; tristeza e solidão não dá a mim ou a quem quer que seja o direito de te apontar pois se eu apontar um dedo terei quatro em direção a mím; se eu te jogar pedras certamente Cristo vai pedir conta de meus erros e com a mesma rudeza que te julgar serei julgada assim é a palavra.

    Adultério, fornicação são abomináveis diante de DEUS - mas DEUS não ordena a nínguém que viva toda a sua vida como deserto onde só vivem répteis. DEUS JAMAIS VAI QUERER QUE VOCÊ TIRE SUA VIDA PARA NÃO PECAR COM A SEPARAÇÃO.
    Pelo amor de JESUS nunca mais pense assim; isto sim é ofensa (acredito eu ) a JESUS que veio com tanto amor e nos ensinou tanto - e por sacrifício a nós foi cruxificado.

    Entregue tua vida teus caminhos tua casa nas mãos do SENHOR e siga em frente.

    Estou orando por você.

    Perdão se de uma forma ou de outra posso ter decepcionado por não seguir um intolerante, sem misericórdia. EU sou CRISTÃ sigo a JESUS que virou Cristo e não a Satanás que é o rei da humilhação mentira e descórdia entre os povos.

    Rogo a DEUS que neste momento haja libertação da tua vida das maos do inimigo não importando da forma que ele se apresenta. Em nome de Jesus eu peço misericórdia Senhor. Amém

    Com Carinho ,,

    Miss Bella

    PS: Estou fora de casa amanhã conecto e conversaremos pelo skype.

    ResponderExcluir
  2. De maneira alguma vc me decepcionou, pelo contrário mas queria muito que desse certo, mesmo sem amar. O problema maior foram as grosserias que não consigo conviver com pessoas assim, não tenho estrutura emocional pra isso. E, outra que tem pessoas de Deus que nos condenam, nos julgam e dizem que o fato de não querer ficar casada, voc perde a salvação em Cristo, colocando uma tonelada de culpa, julgo e fardo em cima de vc mas ainda bem que o Senhor tem me reerguido e me fortalecido. Deus é maravilhoso. Obrigada por sua amizade e preocupação.

    ResponderExcluir

VOU FICAR MUITO CONTENTE SE VOCÊ DER UM POUCO DO SEU TEMPO PARA ME DEIXAR UM RECADINHO,OBRIGADA. DEUS O ABENÇOE.