terça-feira, 31 de agosto de 2010

QUEBRAR PARADIGMAS, NÃO É FÁCIL.

Eu procuro, sempre trazer o conteúdo apresentado pelos professores para minha história de vida, para aproveitar os conhecimentos apresentados, não apenas como algo para ser aprendido e fazer uma prova e tirar boas notas mas para acrescentar na minha vida pessoal, refletindo e crescendo como ser humano.
Quinta-feira passada foi apresentado sobre o o autoconhecimento e uma das coisas é que muitas vezes deixamos de fazer o que nos faz bem pelos outros e acabamos nos sentindo mal.
Preciso ler mais sobre assunto.
Já, hoje, foi falado outra questão:

Assimilei que criamos paradigmas que são modelos prontos e por anos em nossas vidas acreditamos que eles são reais. Esse conceito foi criado pelos filósofos gregos o qual era passado um conceito abstrato para o material dentro de um modelo criando por eles como "normal".
Então, por bastante tempo pessoas com algum tipo de diferença era considerada anormal, especial e excluída da sociedade...olhada como algum tipo de aberração.

Pelo menos, quem lê, estuda e se preocupa com tudo que acontece ao seu redor, percebe que isso esta mudando para melhor...enquanto outros ainda olham as pessoas com deficiência; horrorizadas.

Devemos olhar a crise e o conflito como algo positivo. Um modo de sairmos de nossa zona de conforto e nos inquietar, querer mudar, sair de nossa "zona de conforto".
A crise não é o fim mas o começode um novo processo de repensar o que se esta passando e refletir se esta correto comparando com os nossos modelos padronizados; muitas vezes deturpados.

Claro, que é bem mais fácil viver dentro dos nossos modelos anteriores mas se não esta mais funcionando em nossas vidas, devemos QUEBRAR NOSSOS PARADIGMAS E MUDAR NOSSA VISÃO DIANTE DE NOVOS MODELOS.

Temos que trabalhar em cima dos novos modelos pois nada vem pronto, nada e ninguém acontece em nossas vidas como uma receita de bolo pronto.

Foi perguntado por que as pessoas trocam de casamento tão rapidamente?
A resposta foi que devemos RESSIGNIFICAR NOSSOS CASAMENTOS, ISTO É, OLHAR O LADO POSITIVO DE QUEM VOCÊ SE CASOU. MUITAS VEZES, CHEGAMOS ATÉ ELES COBRANDO E CONFIRMANDO O QUE ACHAMOS DELES, SEM DAR A CHANCE DE VÊ-LOS POR OUTROS ÂNGULOS.

É FÁCIL? CLARO QUE NÃO.

QUEBRAR PARADIGMAS DÁ TRABALHO E COMO...

Nós precisamos de referênciais no nosso desenvolvimento mas depois que afirmamos nossa identidade, muitas referências viram modelos que padronizamos como o certo e pronto.
Um exemplo meu é que sempre acreditei na FAMÍLIA DORIANA...rs...aquele modelo de família de papai, mamãe e filhos, todos felizes, se dando super bem em perfeita harmonia e depois que voltei a estudar percebi que isso foi um padrão que eu criei como certo mas não quer dizer que uma mãe e um filho não fossem um modelo certo de família.
QUEBREI MEU PARADIGMA DE FAMÍLIA QUE TINHA DE MODELO PADRONIZADO.

Pensei em um casamento e relacionamento como em filmes românticos e um casal que conheço de vista mas acho tudo neles perfeito...VEJO QUE TENHO QUE QUEBRAR ESSE PARADIGMA QUE CRIEI EM MINHA MENTE PORQUE DESSE JEITO NÃO VOU CONSEGUIR ME ENQUADRAR DENTRO DA REALIDADE...não esta sendo fácil...a teoria é muito mais fácil que a prática.

TEMOS QUE RESSIGNIFICAR O TEMPO TODO, NOSSAS VIDAS EM TODAS AS ÁREAS PARA TRANSFORMAR O NEGATIVO EM POSITIVO, PARA SERMOS FELIZES...ou então ficaremos obssoletos em nossos pseudosconceitos tentando nos adequar em algo que não existe.

Se temos um problema de relacionamento ou casamento devemos observar que o problema muitas vezes esta em nós e podemos trocar de parceiros a vida toda que não acharemos a solução pois esta solução esta dentro de nós.

Refletimos no outro, nossos problemas, frustrações, dores, rompimentos passados, sonhos distruídos e muitas coisas mal resolvidas e não é trocando de pessoa que iremos ver diferente sendo que o outro só serve de espelho, reflexo de nossas imagens.

Não que o outro em questão não tenha suas culpas mas é mais fácil ver o outro do que se ver no outro...e nos assustamos quando percebemos nossos defeitos porque teremos que mudar e a mudança dói, assumir defeitos dói, assumir o quanto não somos tão bonzinhos dói.

Ainda bem, que temos o amor e a misericórdia de Deus para nos aliviar e nos dar sabedoria para mudar e em que mudar...uffa.

Por que as pessoas preferem a vida rotineira, mesmo reclamando?
Porque trás conforto, segurança mas se ela for quebrada, após o susto, veremos o quanto foi benéfico e melhorou algo em nossas vidas.

Tudo são pontos para serem pensados. Nada do que eu escrevi é tão profundo que não posso ser lido e se aprofundado mais no assunto e colocando sua vida dentro dessas reflexões e revendo os conceitos deturpados que foram nos passados nossas vidas inteira.

CLARO QUE TUDO FICARIA MUITO MAIS FÁCIL SE EM ALGUMA CRISE, CONFLITO, NÓS SOMENTE NOS SEPARÁSSEMOS DO MARIDO, DO AMIGO, DE UMA DETERMINADA SITUAÇÃO MAS SERÁ QUE AQUILO NÃO NOS FOI COLOCADO PARA APRENDERMOS ALGO E CRESCERMOS?

A VOZ DOS OUTROS E PARENTES SÃO MAIORES DO QUE A VOZ DA PALAVRA DE DEUS?

VEJO DEUS EM TUDO E ACREDITO QUE USA QUEM ELE QUER PARA NOS FALAR O QUE ELE QUER MAS TEMOS QUE ESTAR ATENTOS...

Semana passada, estava muito mal de tanto ouvir as opiniões dos outros e quando decidi não ouvir mais ninguém e somente a Deus...sinto que tudo esta mudando a cada dia mas eu estou aberta as mudanças e quero mudar o tempo todo...quem para são como pedras; criam limos.

Agradeço demais a Deus pelo casal de pastores que foram colocados em minha vida que estão fazendo a diferença: Marina e Claudio...
Eles já são abençoados mas peço a Deus que os abençoe muitoooooooo...Deus colocou um amor tão grande por eles que parece que são minha família........

Se eu puder ajudar alguém, contem comigo...mas já peço perdão desde já por não ser perfeita mas farei o que puder...bjs.

2 comentários:

  1. Pra. Marina01/09/10 11:24

    Querida Kátia,
    Fico muito feliz que você esteja refletindo bastante sobre tudo que tem aprendido, visto e ouvido. É realmente este processo de assimilação que faz com que a "teoria" se transforme em "prática" pela experiência própria de se deixar mudar, de se transformar, de buscar melhorar!
    Os paradigmas, como a "família doriana" entre outros, não estão errados, apenas não se deve acreditar que uma família, ou um casal, alcança esta felicidade instantaneamente.
    A família ideal não é ilusão ou utopia, apenas deve-se compreender que para ela chegar a ser real, precisa passar pelo amadurecimento como um fruto, o que exige cultivo: semear, podar, regar, adubar, enfim...ter a paciência e a perseverança em prosseguir até alcançar o nosso alvo sem se frustrar com a demora em atingí-lo ou com as possíveis recaídas, pois o tempo e o modo de acontecer é controlado por Deus, assim como o poder de nos levantar e nos colocar novamente de pé!
    Louvo a Deus por também ter nos dado o privilégio de contribuir, de alguma forma, com este "lapidar" de Deus em sua vida e família, pois "estou certa que Aquele que começou esta boa obra em vocês, irá aperfeiçoá-la até..." até se transformar num lindo diamante engastado na coroa que vocês depositarão aos pés do Senhor quando comparecerem diante dele para o grande dia de "prestação de contas", no qual você poderá ouvir "muito bem, serva boa e fiel, você foi fiel no pouco... sobre o muito te colocarei"!
    Continue neste propósito, Kátia! Não se deixe mais abalar pelas "vozes deste mundo"! Ouça apenas a voz de Deus e se empenhe em obedecer e praticar o que Ele está lhe ensinando.
    Glória a Deus!

    Pra. Marina (casada para sempre com Pr. Claudio)

    ResponderExcluir
  2. katia, me manda um email:
    projetoamese@panelinhafeminina.com.br
    Aguardo
    beijinhos ♥

    ResponderExcluir

VOU FICAR MUITO CONTENTE SE VOCÊ DER UM POUCO DO SEU TEMPO PARA ME DEIXAR UM RECADINHO,OBRIGADA. DEUS O ABENÇOE.