Caminhada R A:

segunda-feira, 12 de abril de 2010

ESCOLA DA VIDA (FILME). MARAVILHOSO.


“Escola da Vida”: (filme)

É um filme que é passado numa escola tradicional mas o diretor dá abertura a metodologias pedagógicas novas, incentivando outros professores que estão em sua “zona de conforto” a arriscarem.

É narrada pelo neto do melhor professor do ano, pela 43º vez, consecutivo. Quando o Sr. Norman Warner vai receber seu troféu faz uma oratória, onde diz que “aqueles que abrem as suas mentes para o conhecimento, milagres podem acontecer.

Logo após, tem um ataque cardíaco e seu filho, também professor, da mesma escola e professor de ciências biológicas, fica desesperado e tenta ajudar o pai.

Aproveita seus últimos momentos para dizer que é preciso menos do que a morte para tirar a vida de um homem e que era para ele, seu filho, não morrer na praia.

Em outro momento, o neto lembra o pai que o avô sempre lhe dizia que a vida é curta portanto não canse de abrir as asas e alçar altos vôos.

Eram assinantes de jornais mas devido, eles serem jogados embaixo das plantas, nem percebiam, não sentiam falta, isso mostra o quanto não estavam ligados no que aconteciam ao seu redor.
Contrataram um professor novo para dar aulas no lugar do professor do ano e no primeiro dia, pela sua oratória jovem, linguagem jovem, usando personagens do filme “Guerra nas Estrelas”, foi super bem aceito.

O filho do professor do ano se sente muito mal pois a cobrança que ele substitua o pai é grande, como melhor professor do ano e surge o que todos chamam de Sr. D., o professor novo.

O Sr. D. teve aulas com o professor do ano e conseguiu captar sua mensagens e usava de métodos aplicativos nas aulas, transformando o conhecimento em algo esplendido.
Fazia perguntas e ensinava coisas que não serviam só pra os alunos mas para todos que conseguem refletir que a vida é algo.

Fez uma pergunta de quanto tempo temos e todos olharam pra o relógio e ele respondeu que a resposta não estava no relógio mas que tínhamos muito pouco tempo. E, é uma verdade em nossas vidas. Que cada momento é valioso demais.

Os alunos e alguns professores tinham péssima auto-estima e o Sr. D. conseguiu mudar a visão diante dos fatos e automaticamente, os fatos mudaram.

O filho do professor ficou obcecado pelo o que o Sr. D. fazia pra conseguir todos os créditos e ele não. Começou a investigá-lo pra ver se descobria alguma fraude ou algo que pudesse comprometê-lo.

Ele orientou o professor de educação física e os alunos que pensassem que poderiam perder os jogos, contudo deveriam ter atitudes de vencedores, então cada coisa errada que saía, eles festejavam como se tivessem ganho e acabaram se alegrando, se divertindo até que sua auto-estima melhorou tanto que acabaram ganhando.

Enfim, o Sr. D., ajudou os professores a mudarem os métodos deles, também.
O Sr. D. ensinava usando teatro, fantasias, tudo que estivesse ao seu alcance para os alunos aprenderem espontaneamente.

Enquanto o Sr. Warner, filho, quase perde o emprego pelas suas atitudes e sua esposa disse que ela que trabalhava com pessoas que não tinham nada o tempo todo e ele tinha tudo mas parecia querer perder tudo.

Em outro diálogo com seu filho que estava envergonhado pelo que o pai andara fazendo e se ridicularizando; seu filho disse que seu coração estava doendo e ele explicou que não era o coração embora parecesse e o filho fala que o Sr. D. explicou que isso é bom, sinal que ele esta vivo pra sentir, mesmo que fosse dor.

O Sr. Warner levou um pulmão pra os alunos verem para inovar mas não contava que nem todos tem estrutura pra isso e um de seus alunos desmaia.

O Sr. D., acabou vendo o pulmão e ficou desequilibrado por sofrer de câncer no pulmão e se alterou com seus alunos, gritando mas disfarçou, perguntando quem teria este tipo de atitude, se referindo ao um ditador.

Quando o Sr. Warner, filho, descobriu sobre a doença do Sr. D. e que ele havia levado uma foto que tirara com seu pai, onde o mesmo o elogia, começa abrir sua visão e perceber, sentir tudo que seu pai tentara lhe mostra e não conseguira.

Lembrou que seu pai falava pra relaxar e disse a ele mesmo que não ia continuar morrendo.
Uma das frases que seu pai falava, era pra se arriscar e fazer valer cada momento, então voar.

Então, o Sr. D. piora e fica internado e o Sr. Warner vai visitá-lo e disse que precisou ele aparecer na sua vida para entender tudo o que o pai dele tentou ensiná-lo a vida toda e não conseguiu, e que ele era um excelente professor porque não só ensinava os alunos como os professores, também.

O Sr. D. tinha um domínio próprio excelente pois sabia que estava morrendo e passava vida para todos. Ele conseguiu aprender não só o conteúdo do professor mas o que queria passar além do conteúdo para usar em sua vida, e usou até sua morte.

Quando os alunos ficaram desmotivados e disseram que o Sr. D. não estava mais com eles, o Sr. Warner disse que um pouco de cada um deles, professores, ficariam com os alunos através dos conhecimentos passados e que o um pedacinho do Sr. D. estava dentro de cada um deles pra sempre.

O que mais foi significante para mim foi a resiliência do Sr. D. pois as decepções, ofensas, maldades dos nossos semelhantes, falsidades, etc, nos magoam e ficamos pasmos diante de tantas coisas erradas e ruins.

Chegamos a cair, chorar e desacreditar nos nossos semelhantes, mesmo que temporariamente, mas através da vida do Sr. D. e de outros, que estão em estágio terminal de alguma doença e mesmo assim conseguem sorrir e agradecer pela vida que ainda tem; nos sentimos pequenos.

Pois a vida é muito mais do que nos prendermos em fatos e pessoas que não merecem nossa dor e muito menos nossa atenção. Embora, como o Sr. D. explica, até o fato de sentir dor é um bom sinal, pois se sente algo é porque esta vivo e isso que importa.

E, seguir exemplos tão maravilhosos de vida, de superação, de amor que é o sentimento que nos move para vida.

20 comentários:

  1. Que lindo filme!
    E é totalmente realista, porque nao mostra somente o ponto de vista dos alunos ou so os do professores, e sim dos dois!
    Mais uma vez, me fez lembrar de Stacey O'brien, que tem um tumor benigno no cerebro desde de 1999 e que so a deixa com algumas horas de vigilia por dia, e esta encarando tudo tao bem, que é mesmo incrivel, me impressiona a coragem dela... que continua feliz e trabalhando com suas corujinhas e pesquisas.
    Eu finalmente tomei coragem e escrevi um comentario para ela, em espanhol, mas acho que me precipitei porque estou a dias sem dormir direito esperando uma resposta. Faz tempo que ela nao entra no blog, espero que nao tenha sido nada grave... =/
    Me desculpe por esses meus dois dias de sumiço, minha internet saiu do ar..rsrsrsrrs
    vou ler todos os seus posts tambem... fico com saudades suas quando nao entro no blog, rsrsrsrs!
    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Assisti esse filme recentemente, chorei muito, é emocionante e nos passa uma bela mensagem. A garra do senhor D é impressionante, nunca vou me esquecer desse filme. Abraços !!!

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti várias vezes e cada vez que assisto, parece que mais coisas eu vejo e reflito sobre minha vida. Gosto de assistir algo que eu possa trazer para minha vida...achei lindo da sua parte, essa sensibilidade toda, continue assim...bjs.

    ResponderExcluir
  4. Não é fantasia!!!Temos mesmo de lutar pela Educação. O Professor D é um exemplo de que isso é possível. "Certa parte" de nossa sociedade, não fará o impossível...nós(professores)podemos mudar a realidade de nossos alunos!!!!!" Yes, we can!!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi! Antes, obrigada por ter deixado sua mensagem. Acredito que se nós não acreditarmos em nós mesmos e nos valorizarmos, sendo educadores, com idealismos, amor e respeito, podemos fazer a diferença e ser um PROFESSOR "D"...de demais...rs...bjs.

    ResponderExcluir
  6. filme muito legal!!!!

    ResponderExcluir
  7. Maravilhoso, uma grande reflexão de vida, nos faz pensar e pansar muito, antes de reclamar de tudo!!!!!!!!!!!!!!! Amei......bjos

    ResponderExcluir
  8. Oie muito bem esse filme assisti na escola e tou fazendo uns trabalho com ele. Mas ele retrata que temos muito e não damos valor a nada que e a vida e mostra que pra ser um bom professor num e só chegar na sala e dar sua aula mas sim fazer de uma forma atrativa que conquiste seus alunos. E tambe´m ensina a você ver a vida de outra forma.
    Sr. D foi um grande homem imagina se todos segui se 50% do que ele foi seria otimo o ensino do nosso brasil iria conquista os jovens e todos...
    Muito bom mesmo Nossa não e melhor!!!! Amei mesmo de coração......
    Boa noite...
    Ass: Hallayzes

    ResponderExcluir
  9. Obrigada...bjs.Katia.

    ResponderExcluir
  10. esse filme me emocionou muito, pois mostra que apesar da vida as vezes não ser um mar de rosas devemos encarar ela de frente com muita alegria e ajudando sem duvida o nosso proximo...assim com certeza irá minimizar de fato os nossos verdadeiros problemas...
    "E nunca se esqueçam não problema no mundo maior do que o egoísmo q nos deixa cegos e impossibilitados de viver..."

    ResponderExcluir
  11. ADOREI O SEU BLOG, ASSISTI AO FILME E DECIDI TRABALHAR EM SALA DE AULA COM ELE, AFINAL É UM APRENDER A APRENDER; TANTO AOS ALUNO QUANTO AOS PROFESSORES.

    ResponderExcluir
  12. EU ASSISTI ESSE FILME E ACHEI-O MUITO REALISTA.NÃO TEMOS MUITO TEMPO.
    ACHEI MUITO LINDO O FILME MRS. D ESTAVA SERTO

    ResponderExcluir
  13. Oi, amigos, esse filme mexeu muito comigo e faz refletirmos muito em relação a vida e para quem é professor, aprendemos duas vezes mais. O importante é fazer a diferença. Obrigada pelos comentários...bjs. Katia

    ResponderExcluir
  14. o filme é lindo e o seu relatorio ficou D+

    ResponderExcluir
  15. nao entendi nada

    ResponderExcluir
  16. **Características da escola
    **Características do quadro de professores e os métodos utilizados pelos mesmos. Ajuda ai galera a responder isso ai

    ResponderExcluir

VOU FICAR MUITO CONTENTE SE VOCÊ DER UM POUCO DO SEU TEMPO PARA ME DEIXAR UM RECADINHO,OBRIGADA. DEUS O ABENÇOE.