segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

TEMOS QUE DECIDIR SER FELIZ.

Meu negócio é a bíblia e Jesus Cristo e não igreja, tanto que estou sem igreja, só vou pra me alimentar com a Palavra mas é que as pessoas acusam e ficam te julgando mas isso é dentro e fora, da igreja.

Ontem o pastor falou uma coisa legal entre várias:

Primeiro: temos que ser felizes, decidirmos ser felizes desde que acordamos.

Segundo: Deus vê o que somos, então o que interessa é o que somos pra Deus e não pra os outros...tipo, dane-se os outros e o que pensam o que interessa é o que Deus pensa de mim...

De uns anos pra cá, conheci uma missionária que parecia interessante, legal...até que por não querer mais ir na escola dominical, da igreja que frequentava há muitos anos, ela mostrou quem era. Me ligou e falou várias coisas absurdas, entre ela usou esse linguajar: - quero ver quando as coisas apertarem e neguinho vir pedir oração, correndo pra igreja.

Como seu eu tivesse largado Deus de lado ou a "igreja", embora a igreja somos nós.

Eu só falei que preferia ir nos cultos, só isso.

E, as pessoas ganhavam cesta básica, quando não faltavam nas aulas e até isso ela veio me chantagear que não receberia mais.

Eu mandei um e-mail dizendo tudo que achava das palavras dela e me ligou pedindo perdão.

Passado alguns meses, foi na casa de uma amiga, falar muito mal de mim...absurdo pra uma pessoa que se diz tão cristã. Até o casal que tinha amizade comigo, os que davam aula, pararam de falar comigo, do nada.

Eu havia indicado para essa moça, o autor Augusto Cury e ela mandou um e-mail dizendo que uma pessoa, num momento difícil da vida dela havia indicado ele a ela. Quando disse que ficava feliz que essa pessoa tivesse sido eu, nunca mais me mandou e-mail nenhum e nem respondeu, nunca mais a nenhum e-mail.

Que Deus tenha misericórdia dessa missionária mas infelizmente, os cristãos deveriam ser os primeiros a dar exemplos e não julgar ninguém, conhecendo ou não. No caso dela, nem me conhecia direito, só me viu umas 4 vezes, não sabia de nada da minha vida.

Detesto gente que julga, condena e quase mata as pessoas ou se distanciam porque não são tão perfeitas, como elas se acham.

Por isso, ontem, pela boca do pastor tive a resposta e a completei:

O ÚNICO QUE VÊ NOSSO CORAÇÃO É DEUS, O QUE NOS CONHECE, SABE A INTENSÃO DO NOSSO CORAÇÃO, OS NOSSOS SENTIMENTOS, DORES E O IMPORTANTE É O QUE SOMOS PERENTE ELE E NÃO PERANTE AOS HOMENS QUE SÓ SABEM COLOCAR DEFEITOS E NOS CRITICAR, JULGAR, ETC.

POR ISSO EU QUERO É DEUS E SER FELIZ E VOU PARAR E ABRAÇAR TODO OS MALES QUE FALAM DE MIM...SOU MAIS EU...BJS.

Um comentário:

  1. Parabéns pela postura Katia!!
    Como é difícil certas coisas; Religião são uma delas...
    Abraços...

    ResponderExcluir

VOU FICAR MUITO CONTENTE SE VOCÊ DER UM POUCO DO SEU TEMPO PARA ME DEIXAR UM RECADINHO,OBRIGADA. DEUS O ABENÇOE.